terça-feira, 27 de dezembro de 2011


O medo te faz enxergar muralhas, onde nem se quer há barreiras.

Não se permita entristecer por nada nem ninguém.